Espaço Cultural Escola Sesc

EDITAL UZINA – LABORATÓRIOS DE ARTES

CURSOS REFERENTES AO ANO DE 2018

1. O PROJETO UZINA

O Projeto Uzina – Laboratórios de Artes foi elaborado pela Coordenação Geral de Cultura da Escola Sesc de Ensino Médio a fim de oferecer ao público em geral atividades educacionais de investigação e criação artístico-cultural, proporcionando oportunidades de ampliação de repertórios e conhecimentos técnicos em arte e cultura para iniciados e iniciantes.

São ofertados cursos gratuitos em linguagens artísticas e manifestações culturais que visam ao desenvolvimento cultural tanto na esfera individual – subjetividade – como coletiva – na comunidade em que cada participante se insere.

2. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

2.1. O processo de concessão de vagas do Projeto Uzina é regido por este Edital.

2.2. As vagas anunciadas na atividade são gratuitas.

2.3. Serão abertas vagas para o processo seletivo em quantidade três (3) vezes superior ao número de vagas disponíveis em cada curso oferecido.

2.4. A pré-inscrição para preenchimento das vagas é realizado a partir do preenchimento, pelo/a candidato/a ou seu/sua representante, em formulário eletrônico disponibilizado no site da Escola Sesc de Ensino Médio.

2.5. Cada candidato/a só poderá inscrever-se em até dois (2) cursos distintos, desde que as aulas não ocorram no mesmo horário.

2.6. O preenchimento do formulário eletrônico não garante a participação do/a candidato/a no(s) curso(s) selecionado(s), sendo imprescindível ao/à candidato/a a participação na Semana de Experimentação, conforme item 4.1 deste Edital.

2.7. O formulário eletrônico de inscrição estará disponível na internet a partir das 9h do dia 19 de fevereiro de 2018, permanecendo disponível até as 18h do dia 2 de março do mesmo ano, impreterivelmente.

3. REQUISITOS BÁSICOS PARA PRÉ-INSCRIÇÃO

3.1. Poderá se matricular em um dos cursos do Projeto Uzina o/a candidato/a que atender aos seguintes requisitos:

a) possuir documento de identidade com foto;

b) apresentar CPF próprio ou do/a responsável legal;

c) ter no mínimo 13 anos completos no ato da pré-inscrição (nascidos/as até 29 de janeiro de 2005).

4. EFETIVAÇÃO DA INSCRIÇÃO

4.1. O/A candidato/a deverá comparecer na Escola Sesc de Ensino Médio durante a semana de 12 a 16 de março, no(s) dia(s) correspondente(s) ao(s) da(s) aula(s) do(s) curso(s) em que se inscreveu para confirmar sua pré-inscrição e participar do processo seletivo (chamado de Semana de Experimentação) com o/a(s) professor/a(es/as) do(s) curso(s).

5. DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS

5.1. Sobre os laboratórios, a Coordenação Geral de Cultura e os ministrantes:

  1. a) a Coordenação Geral de Cultura da Escola Sesc de Ensino Médio é a responsável pela realização, produção, organização e administração das atividades de todos os laboratórios;
  2. b) os/as ministrantes dos laboratórios são profissionais qualificados/as e experientes em suas áreas de atuação. Seus objetivos são contribuir e direcionar a formação dos/as estudantes;
  3. c) poderão ser convocadas pela Coordenação Geral de Cultura / Uzina reuniões periódicas ou extraordinárias com a presença de estudantes e ministrantes, sendo a convocação por meios eletrônicos ou presenciais;
  4. d) todo e qualquer material escrito, intelectual e/ou obras artísticas resultantes dos laboratórios ou neles produzido será de domínio e usufruto da Coordenação Geral de Cultura da Escola Sesc de Ensino Médio, sem qualquer ônus à instituição, que poderá fazer uso, de forma não comercial, em seus projetos e atividades voltados às comunidades interna e externa.

5.2. Sobre horários, frequência e conduta dentro das instalações da Escola Sesc:

  1. a) ausências e atrasos deverão ser comunicados com antecedência mínima de 24h (vinte e quatro horas) diretamente à Secretaria da Uzina;
  2. b) serão toleradas somente 25% de faltas por laboratório e estas deverão ser comunicadas, por escrito, à Secretaria da Uzina. Após a terceira falta, o/a estudante será, automaticamente, desligado/a do laboratório;
  3. c) a tolerância de atraso é de 10 minutos. A cada dois atrasos de 10 a 30 minutos será contabilizada uma falta. Não será permitida a entrada de estudantes com atraso de mais de 30 minutos;
  4. d) as faltas só serão abonadas mediante apresentação de atestado médico, falecimento na família, apresentação de declaração de cumprimento de obrigações previstas em lei ou em casos específicos que serão julgados por equipe pertinente da Coordenação Geral de Cultura da Escola Sesc;
  5. e) será observado o uso excessivo de atestados e declarações no cômputo final de cada laboratório, realizado após a última aula do mesmo;
  6. f) não é permitido fumar ou consumir bebidas alcoólicas ou substâncias ilícitas em nenhum local do campus da Escola Sesc de Ensino Médio, inclusive no teatro e nos camarins;
  7. h) não é permitido circular de chinelo no campus da Escola Sesc de Ensino Médio;
  8. i) não é permitida a entrada de convidados/as de estudantes. Casos específicos deverão ser informados previamente à coordenação do projeto;
  9. j) será permitida a entrada de pais, mães e irmãos/ãs como acompanhantes aos/às estudantes menores de idade;
  10. k) para trânsito de participantes dos laboratórios na Escola Sesc de Ensino Médio, devem ser observadas sempre as orientações dos funcionários da Coordenação Geral de Cultura ou de qualquer servidor da Escola Sesc.

5.3. Sobre permanência e conclusão:

  1. a) o/a estudante que cumprir a carga horária mínima de 75% de frequência no curso e for aprovado pelo/a ministrante ao término do laboratório receberá um certificado de conclusão emitido pela Escola Sesc de Ensino Médio;
  2. b) no caso de abandono do curso ou excesso de faltas no período, o/a participante ficará impedido/a de participar das atividades do Uzina durante um ano;
  3. c) quaisquer outras questões referentes ao funcionamento e normas dos laboratórios serão ponderadas, julgadas e respondidas pela Coordenação Geral de Cultura da Escola Sesc de Ensino Médio e seus representantes.

DISPOSIÇÕES FINAIS

6.1. A pré-inscrição do candidato implica na aceitação prévia das normas estabelecidas neste Edital.

6.2. A vaga concedida ao candidato não compreende qualquer espécie de auxílio financeiro para transporte ou alimentação no decorrer do curso.

6.3. A Escola Sesc de Ensino Médio reserva-se o direito de cancelar, adiar ou remanejar turmas que não alcancem o número mínimo de inscrições para realização do(s) curso(s).

6.4. A Escola Sesc de Ensino Médio, a seu exclusivo critério, reserva-se o direito de cancelar este presente Edital, considerando as questões operacionais e administrativas que o tornem inexequível.

6.5. Questões omissas a este Edital serão deliberadas por comissão determinada por representantes e/ou servidores/as da Escola Sesc de Ensino Médio.

Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 2018.

Coordenação Geral de Cultura
Escola Sesc de Ensino Médio

CURSOS E VAGAS DISPONÍVEIS

ARTES CÊNICAS
CURSO DIA E HORÁRIO TOTAL DE VAGAS EXTERNAS
Acrobacia Aérea/Solo (turma 1) 5ª feira (16h50 às 18h30) 10
Acrobacia Aérea/Solo (turma 2) 5ª feira (18h50 às 20h30) 10
Cenografia 2ª feira (16h50 às 18h30) 6
Dança Contemporânea 4ª feira (16h50 às 18h30) 6
Figurino 2ª feira (16h50 às 18h30) 6
Hip-hop: Introdução às Danças Urbanas 4ª feira (18h50 às 20h30) 8
Palhaçaria e Malabares 5ª feira (18h50 às 20h30) 10
Teatro I (turma 1) 5ª feira (16h50 às 18h30) 8
Teatro I (turma 2) 5ª feira (18h50 às 20h30) 8
Teatro II (turma 1) 2ª feira (18h50 às 20h30) 8
Teatro Musical (turma 1) 2ª feira (16h50 às 18h30) 6
Teatro Musical (turma 2) 2ª feira (18h50 às 20h30) 6

EMENTAS

Acrobacia Aérea/Solo: técnicas circenses: acrobacias de solo e aérea. Aparelhos aéreos: tecido e trapézio. Jogos e desafios físicos. Trabalho em equipe e criação coletiva. Mercado circense: Brasil e mundo.

Cenografia: criação da cenografia para um espetáculo teatral. Processos de análise dramatúrgica, pesquisa teórica, cronograma de execução, orçamento, montagem e desmontagem. Criação de planta baixa, maquete e adereços cênicos. Construção do cenário. Registro, em portfólio, de todas as etapas da criação.

Dança contemporânea: o corpo na dança. Jogos e improvisações que visam estimular o autoconhecimento, a criatividade e as relações interpessoais. Processo coletivo de criação coreográfica. Ênfase em aspectos como: senso rítmico, concentração, energia, coordenação motora, domínio do espaço e qualidade dos movimentos.

Figurino: história do vestuário e do figurino. Elementos que compõem um figurino. Estudo das diferenças do figurinista de cinema, teatro e vídeo. Criação, processo e elaboração do figurino da Companhia de Teatro da Escola Sesc.

Hip-hop: Introdução às Danças Urbanas: história da cultura hip-hop no Brasil e no mundo. Consciência corporal e introdução aos movimentos básicos das linguagens das danças urbanas / street dance. Introdução aos estilos popping, locking e breaking, e outros subgêneros das danças urbanas.

Palhaçaria e Malabares: técnicas circenses: expressão corporal, malabares e palhaçaria. Jogos e desafios afetivos que visam promover um olhar do mundo sob a ótica da comicidade. Mercado circense: Brasil e mundo.

Teatro I: técnicas teatrais: exercícios vocais, expressão corporal, improvisação e construção cênica. Jogos teatrais com foco em criatividade, confiança, desinibição, criticidade e trabalho em equipe. Análise de obras teatrais: criação e fruição.

Teatro II: técnicas teatrais: exercícios vocais, expressão corporal, análise e pesquisa dramatúrgica, improvisação e criação cênica. Jogos teatrais com foco na relação entre a atuação e os demais elementos cênicos. Análise de obras teatrais: criação e fruição. Construção de personagens.

Teatro Musical: relações entre teatro e música, canção e texto dramático. Trajetória do teatro musical no Brasil. Origens e influências. Pesquisa e a análise dramatúrgica de obras teatrais musicais. Técnicas de interpretação e criação pertinentes ao gênero. Mercado teatral.

ARTES VISUAIS
CURSO DIA E HORÁRIO TOTAL DE VAGAS EXTERNAS
Arte Contemporânea (turma 1) 4ª feira (16h50 às 18h30) 6
Brechó Cabide 5ª feira (16h50 às 18h30) 6
Criação e Produção de Moda 5ª feira (18h50 às 20h30) 6
Desenho e Ilustração (turma 1) 4ª feira (16h50 às 18h30) 6
Desenho e Ilustração (turma 2) 4ª feira (18h50 às 20h30) 6
Escultura 4ª feira (18h50 às 20h30) 6
Experimentações Artísticas 6ª feira (16h50 às 18h30) 6
História Geral da Arte (turma 1) 3ª feira (16h50 às 18h30) 8
História Geral da Arte (turma 2) 3ª feira (18h50 às 20h30) 8
Tingimento Natural 4ª feira (18h50 às 20h30) 6

EMENTAS

Arte Contemporânea: estudo dos movimentos da arte contemporânea, do pós-Segunda Guerra aos dias atuais. Exploração das diferentes propostas, como pintura, colagem, instalação, performance e demais técnicas e suportes para a criação artística. Análise da quebra ou alargamento de fronteiras no fazer artístico, como apropriações e ressignificações.

Brechó Cabide: conceito e trajetória do Brechó Cabide da Escola Sesc de Ensino Médio. Contextualização histórica da moda nos séculos XIX e XX. Diferenças entre os brechós: como comprar, como vender e vantagens desse mercado. Repensar o consumismo, discutindo a importância da moda consciente e o papel dos brechós. Atividades práticas ligadas aos processos criativos (customização), operacionais e administrativos do Brechó Cabide (doações, vendas, mídias sociais, vitrine, divulgação e eventos).

Criação e Produção de Moda: história da moda nos séculos XIX e XX, seus principais estilistas e suas influências na moda. Análise de tecidos, estampas, cores, modelagem e costura. Processos de criação de moda: da ideia inicial a execução. Relação entre estilo, corpo e personalidade. Semelhanças e diferenças entre o produtor de moda, o figurinista e o estilista. Análise e reflexão sobre a moda conceitual, comercial, alta costura e fast fashion.

Desenho e Ilustração: estudo direcionado para a criação de personagens, com exercícios de ritmo anatômico, expressões, funcionamento dos elementos do rosto. Pesquisa exploratória e com processo de três etapas com referência de foto, mais processo de três etapas sem referência de foto. Estudo de desenhos em miniatura e de desenhos de gestos. Análise da anatomia de animais e de estilização de objetos. Estudo de pintura pelo olhar de um pintor clássico. Desenvolvimento de projeto individual final.

Escultura: estudo da escultura dos movimentos pré-históricos aos dias atuais. Reflexão sobre o papel da escultura na história do homem e como ela colaborou para o processo de percepção do mundo. Análise e experimentação de técnicas, como esculpir e modelar, o uso de formas e demais processos ligados à história da escultura. Exploração do figurativo e do abstrato.

Experimentações Artísticas: exploração de diferentes técnicas, materiais e temas para o desenvolvimento individual do estudante. Orientação para pesquisas e experimentações plásticas a partir de desafios oriundos de fatos cotidianos e de exemplos da história da arte. Prática e exercícios com os principais meios visuais, como pintura, desenho, gravura, escultura, fotografia, instalação e composição de objetos, entre outros. Reflexões teóricas para o embasamento dos projetos desenvolvidos, individuais e coletivos.

História Geral da Arte I: estudo dos conceitos fundamentais da arte ocidental e as suas transformações ao longo da História. Análises formal e iconográfica e as suas especificidades no contexto de sua produção. Pesquisa sobre o naturalismo desenvolvido na Grécia clássica, a sua difusão no Império Romano e, posteriormente, consolidado com o advento da fotografia. Discussão sobre os termos “naturalismo”, “esquematismo” e “expressionismo” a partir da matriz grega de representação. Os períodos de ruptura com o modelo clássico e as reações de restabelecimento da tradição. A arte moderna e as novas formas de apresentação do mundo.

História Geral da Arte II: estudo da arte oriental e de culturas não clássicas. Pesquisa sobre a função e o valor da arte em relação com os aspectos gerais da vida, como magia, religião, poder político, economia, hábitos e costumes. Reflexões sobre a arte japonesa do passado e a construção da identidade que permanece como traço cultural marcante e atual. Estudo da arte indiana e dos seus aspectos sagrados e cotidianos. Compreensão das particularidades da arte tribal de países africanos e de algumas ilhas da Oceania. Pesquisa sobre as relações de proximidades conceituais entre a arte oriental e a arte ocidental.

Tingimento Natural: estudo da prática milenar que utiliza elementos da natureza para a pigmentação de tecidos. História dos pigmentos. Evolução dos pigmentos químicos. A industrialização da moda e seus malefícios. A importância do desenvolvimento da moda ética, na qual o meio ambiente e as pessoas são consideradas, respeitadas e preservadas. Atividades práticas orientadas no laboratório de química. Técnicas especiais de tingimento: tie dye e shibori.

MÚSICA
CURSO DIA E HORÁRIO TOTAL DE VAGAS EXTERNAS
Acordeom I 3ª feira (18h50 às 20h30) 2
Acordeom II 3ª feira (16h50 às 18h30) 2
Baixo Elétrico 6ª feira (16h50 às 18h30) 2
Bateria I (turma 1) 2ª feira (16h50 às 18h30) 2
Bateria I (turma 2) 2ª feira (18h50 às 20h30) 2
Bateria I (turma 3) 4ª feira (16h50 às 18h30) 2
Bateria II 5ª feira (16h50 às 18h30) 2
Cajón 6ª feira (16h50 às 18h30) 6
Canto Coral 3ª feira (18h50 às 20h30) 10
Clarinete/Flauta I 3ª feira (18h50 às 20h30) 2
Clarinete/Flauta II 3ª feira (16h50 às 18h30) 2
Hip-hop: Criação Musical no Rap 3ª feira (18h50 às 20h30) 6
Percussão (turma 1) 3ª feira (16h50 às 18h30) 6
Percussão (turma 2) 3ª feira (18h50 às 20h30) 6
Piano I 3ª feira (18h50 às 20h30) 3
Piano II 3ª feira (16h50 às 18h30) 3
Saxofone I 3ª feira (18h50 às 20h30) 2
Saxofone II 3ª feira (16h50 às 18h30) 2
Trompete/Trombone I 3ª feira (18h50 às 20h30) 2
Trompete/Trombone II 3ª feira (16h50 às 18h30) 2
Violão/Guitarra I (turma 1) 2ª feira (16h50 às 18h30) 4
Violão/Guitarra I (turma 2) 2ª feira (18h50 às 20h30) 4
Violão/Guitarra II (turma 1) 4ª feira (16h50 às 18h30) 2
Violão/Guitarra II (turma 2) 5ª feira (16h50 às 18h30) 2
Violino/Violoncelo I 3ª feira (18h50 às 20h30) 2
Violino/Violoncelo II 3ª feira (16h50 às 18h30) 2

EMENTAS

Acordeom I: estudos das técnicas básicas para mão direita e mão esquerda. Introdução à leitura e escrita musical para o instrumento. Execução de melodias e acompanhamentos simples. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Acordeom II: estudos técnicos para coordenação e independência entre as mãos. Padrões rítmicos para acompanhamento de gêneros musicais brasileiros. Desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento da leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Baixo: estudos técnicos para coordenação e independência entre as mãos. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Técnicas para construção de linhas de baixo para condução harmônica. Formação de escalas, acordes e suas digitações no braço do instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Bateria I: estudo dos aspectos relativos à prática instrumental aplicada a repertório musical acessível ao aluno iniciante. Abordagem das técnicas necessárias à execução de bases rítmicas e desenvolvimento nos tambores (“viradas”). Introdução à leitura e escrita musical para o instrumento até semicolcheias (quartos de tempo). Estudo de gêneros musicais brasileiros (ex.: xote, toada, samba-canção, baião, ciranda) por meio do repertório selecionado. Desenvolvimento da criatividade e criticidade na produção e apreciação musical. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Bateria II: desenvolvimento de bases rítmicas (“levadas”) e de “viradas” de bateria com maior grau de complexidade baseadas nas combinações de quartos de tempo (parciais de semicolcheias). Divisões ternárias: compassos compostos e quiálteras (tercinas e sextinas). Estudo de gêneros musicais brasileiros (ex.: samba, bossa nova, samba-funk, frevo e maracatu) por meio de repertório selecionado. Rudimentos de caixa e sua aplicação na bateria. Leitura rítmica para caixa e bateria.

Cajón: o instrumento de percussão de origem afro-peruana e sua aplicação nos diversos gêneros musicais brasileiros e internacionais. Noções básicas de técnica, leitura, criação rítmica e improvisação por meio de prática em grupo (“roda de cajóns”). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Canto Coral: uso da voz como ferramenta de musicalização e desenvolvimento da percepção musical. Anatomia da voz. Estudos das técnicas vocais básicas para respiração, emissão e afinação. Introdução à leitura e escrita musical. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Clarinete I: estudos das técnicas instrumentais básicas para respiração, emissão e afinação. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Clarinete II: desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento da leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Flauta I: estudos das técnicas instrumentais básicas para respiração, emissão e afinação. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Flauta II: desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento de leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Hip-hop: Criação Musical no Rap: história da cultura hip-hop no Brasil e no mundo. Introdução à linguagem musical a partir do rap (ritmo, harmonia e melodia; arranjos e instrumentações). O rap e seus subgêneros. Teorias e técnicas básicas para a produção e criação musical em rap/hip-hop: sequenciamento, programação, corte/sampling, scratching. O rap, o hip-hop e outras expressões musicais da diáspora negra, no Brasil e no mundo.

Percussão: estudos das técnicas básicas. Padrões rítmicos para acompanhamentos de gêneros musicais brasileiros e universais. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Piano I: estudos das técnicas básicas para mão direita e mão esquerda. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Execução de melodias e acompanhamentos simples. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Piano II: estudos técnicos para coordenação e independência entre as mãos. Padrões rítmicos para acompanhamento de gêneros musicais brasileiros. Desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento da leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Saxofone I: estudos das técnicas instrumentais básicas para respiração, emissão e afinação. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Saxofone II: desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento de leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Trombone I: estudos das técnicas instrumentais básicas para respiração, emissão e afinação. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Trombone II: desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento de leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Trompete I: estudos das técnicas instrumentais básicas para respiração, emissão e afinação. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Improvisação por centros tonais e modais. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Trompete II: desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento de leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Violão/Guitarra I: estudos técnicos para coordenação e independência entre as mãos. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Técnicas para construção de conduções harmônicas. Formação de escalas, acordes e suas digitações no braço do instrumento. Improvisação por centros tonais e modais. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Violão/Guitarra I: tríades e tétrades diatônicas e suas extensões (tonalidades maiores e menores). Técnicas para construção de conduções harmônicas. Formação de escalas, acordes e suas digitações no braço do instrumento. Improvisação por centros tonais e modais. Desenvolvimento de leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira.

Violão/Guitarra III: desenvolvimento dos estudos de harmonia e improvisação. Análise harmônica e melódica. Formação de escalas, acordes e suas digitações no braço do instrumento. Técnicas para construção de conduções harmônicas. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Improvisação por centros tonais e modais. Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira.

Violino I: introdução aos estudos técnicos para uso do arco. Estudos técnicos para coordenação e independência entre as mãos. Estudos técnicos para afinação. O uso do pizzicato. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Improvisação por centros tonais e modais. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Violino II: desenvolvimento de estudos técnicos para uso do arco. Estudos técnicos progressivos para coordenação e independência entre as mãos. Desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento da leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.

Violoncelo I: introdução aos estudos técnicos para uso do arco. Estudos técnicos para coordenação e independência entre as mãos. Estudos técnicos para afinação. O uso do pizzicato. Introdução a leitura e escrita musical para o instrumento. Estudo das dimensões sonoras (altura, duração, intensidade e timbre) e musicais (rítmica, melódica e harmônica). Improvisação por centros tonais e modais. Formação de repertório com ênfase em música brasileira. Indicado para estudantes totalmente iniciantes.

Violoncelo II: desenvolvimento de estudos técnicos para uso do arco. Estudos técnicos progressivos para coordenação e independência entre as mãos. Desenvolvimento das técnicas de produção sonora, articulação e interpretação no instrumento. Desenvolvimento da leitura e escrita musical. Exercícios de percepção musical (intervalos, acordes e escalas). Desenvolvimento de repertório com ênfase em música brasileira. Introdução aos elementos de harmonia (escalas, intervalos e acordes: teoria, notação musical e prática). Improvisação por centros tonais e modais.